14 novembro 2019

No País, 93% dos consumidores consideram marcas com embalagens ambientalmente responsáveis no momento de decisão de compra e 73% acreditam que a mudança de hábito se dá pensando nas gerações futuras
Coleta seletiva para o descarte correto dos resíduos e redução do desperdício de alimentos são os temas que mais vêm à cabeça dos consumidores brasileiros quando o assunto é preocupação com as questões ambientais. Globalmente, mais de 80% da população acredita que as discussões relacionadas a meio ambiente aumentarão nos próximos cinco anos. No País, 93% dos consumidores consideram marcas com embalagens ambientalmente responsáveis no momento de decisão de compra e 73% acreditam que a mudança de hábito se dá pensando nas futuras gerações. Estes e outros insights estão na pesquisa Environment Research 2019, realizada pela Tetra Pak em 15 países.

No Brasil, 86% dos entrevistados estão preocupados com as questões ambientais. Entre os temas mais sensíveis se destacam acesso à água, poluição e o lixo plástico nos oceanos. Aqui, 48% dos consumidores nacionais declaram que separam os resíduos para a coleta seletiva. Além disso, nos últimos seis anos, a procura por selos de sustentabilidade nas embalagens vem aumentando consideravelmente. Hoje, mais da metade dos consumidores brasileiros (54%) procuram os selos quando compram bebidas e 35% reconhecem o selo FSC® (Forest Stewardship Council). 

“A pesquisa representa um grande potencial para a conscientização socioambiental e mostra que nossos investimentos ao fomento à cadeia da reciclagem e ao conceito de economia circular vão de encontro com as demandas do consumidor consciente. Deste modo, continuamos a considerar o menor impacto ambiental em todos os nossos processos”, afirma Valéria Michel, diretora de economia circular da Tetra Pak para as Américas.

Interesse aos conceitos de sustentabilidade

Os brasileiros citaram as mídias sociais como o canal mais usado para obter informações ambientais sobre embalagens. Os conceitos: reciclável (80%), biodegradável (70%), renovável (66%) são os mais familiares. O conceito sustentável é reconhecido por 67% da população, enquanto economia circular está próximo de somente 1% dos consumidores brasileiros. 

Além disso, o que estimula a maioria (73%) a comprar produtos sustentáveis é a busca pela preservação do meio ambiente para as próximas gerações. Já 49% mencionam como motivação fazer algo pela comunidade e apenas 5% assumem que fazem isso porque está na moda.

Interação e desafios

Mesmo com a preocupação sobre as questões ambientais em expansão, 43% do público entende que o alto custo dos produtos ambientalmente responsáveis ainda é uma barreira para os consumidores. Outro ponto considerado como dificuldade para transformar seus hábitos diários baseados na sustentabilidade é a falta de informação (42%). 

“Identificamos o fortalecimento da prática do consumo consciente. Nesse sentido, há um movimento cada vez mais latente para que as marcas e os produtos sejam esclarecedores acerca de seus compromissos ambientais”, complementa Valéria.

Sobre a pesquisa Environment Research Tetra Pak

O estudo é feito com base em respostas de 7.500 pessoas em 15 países e identifica hábitos de consumo, oportunidades de mercado e desafios para a indústria de embalagens. Tem como objetivo reunir ideias para inovar a cadeia de forma sustentável. A amostragem ouviu participantes de 18 a 65 anos.
 
<< Voltar