29 Março 2018
Conheça o método utilizado pela Tetra Pak e adote uma abordagem holística de toda a operação das suas unidades de processamento de alimentos e bebidas
Gerar menos desperdício. Aumentar a eficiência. Diminuir o tempo de inatividade. Garantir qualidade e segurança. Esses são os objetivos universais das unidades de processamento de alimentos e bebidas. Para atingir essas e outras metas, algumas empresas têm-se voltando para a metodologia Manutenção Produtiva Total, ou TPM (do inglês Total Productive Maintenance).
 
O que é TPM e que valores ele traz?
TPM não é novo. Ao contrário, foi desenvolvido pelo Japan Institute of Plant Maintenance na segunda metade do século 20. Apesar de seus benefícios tangíveis, não está amplamente implementado na indústria alimentícia. A metodologia TPM baseia-se no conceito de melhoria contínua e tem uma abordagem holística de toda a operação para maximizar a produtividade pela redução sistemática de perdas e desperdícios.



Com o objetivo de maximizar a produção e a eficiência geral de sua planta, a Tetra Pak implementou o TPM globalmente em suas fábricas no início dos anos 2000 e no Brasil a partir de 2003. Hoje, a metodologia permeia todo o  trabalho da companhia, moldando a mentalidade de seus funcionários para sempre olhar um passo à frente e identificar riscos potenciais, antecipar problemas e tomar ações preventivas.

Com base nessa ampla experiência, a Tetra Pak passou a ajudar seus clientes por meio da jornada TPM. Como exemplo, a adoção da metodologia em um produtor de extrato de tomate trouxe os seguintes resultados:
 
  • 10% de aumento na Utilização do Tempo de Produção (PTU, na sigla em inglês)
  • 35% de redução em desperdício de material de embalagem
  • 35% de redução no tempo de configuração das máquinas

 
Como funciona?

A metodologia TPM impulsiona a melhoria contínua, o que significa sistematicamente medir o desempenho, fazer avaliações comparativas (benchmarking) e fechar lacunas para otimizar as entregas. É sustentado por oito pilares, sendo que cada pilar representa uma equipe multifuncional focada em um tema específico de gestão. Essas equipes tornam-se centros de conhecimento que identificam e eliminam perdas, treinam e dão suporte para melhorar seus times e, assim, ajudar a empresa a alcançar suas metas.

Uma vez que todo o processo de TPM esteja em plena operação, é importante continuar a encorajar os comportamentos em cada nível da organização e continuar o impulso positivo. A metodologia TPM é tanto sobre uma mudança de cultura quanto sobre uma transformação na forma como uma operação é executada.
 
Na prática

Um de nossos clientes utilizou o TPM em suas operações e, no vídeo abaixo, conta mais sobre o processo e as transformações promovidas em seu negócio:
 
 
 

Saiba mais
O próximo artigo dessa série irá explorar ainda mais as dúvidas dos interessados em implementar o TPM e se concentrar em como a cultura da empresa deve mudar para garantir que a metodologia permaneça em vigor a longo prazo.
 
Para saber mais sobre o tema, participe do webinar Manutenção Produtiva Total: Estratégias para Melhorar suas Operações de Alimentos e Bebidas, no dia 25 de abril às 11h.
Você pode se registrar aqui.

 
<< Voltar